Notícias

Novo Decreto do pregão eletrônico decide contratar serviços comuns pelos entes federativos

Na última segunda-feira, 23/09, o Diário Oficial da União publicou uma nova norma do pregão eletrônico que reúne serviços comuns pelos entes federativos e aquisição de bens. O Decreto 10.024/2019 estabelece que não será mais autorizado, em algumas as ocasiões, a utilização do pregão. Descubra em quais hipóteses não é permitido o uso de pregão na matéria da Agência CBIC.

Imagem: Michał Chodyra/iStock.com

Set 27 2019

Índices de emprego e de atividade do setor da construção têm maior alta em seis anos

O setor das obras civis continua dando sinais de que está se recuperando. É o que aponta a pesquisa Sondagem Indústria da Construção, realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). De acordo com o relatório, os índices que indicam a evolução do emprego e da atividade da construção civil chegaram ao seu melhor patamar desde 2013. Além disso, o Índice de Confiança do Empresário da Indústria da Construção (Icei-Construção) teve alta de 1,3 ponto à frente de agosto – um indicativo de que o empresariado está mais satisfeito com a conjuntura atual.

A matéria realizada pela Agência CBIC aponta os índices para os próximos seis meses, com comentários da economista Ieda Vasconcelos. Acesse a matéria completa para saber mais sobre o assunto.

Imagem: wutwhanfoto/iStock.com

 

Set 27 2019

Anais do SEFE 9 estão disponíveis. Confira

Estão disponíveis os anais do SEFE 9, que ocorreu entre os dias 4 e 6 de junho desse ano e reuniu 4.500 pessoas em São Paulo. O site reúne todas as produções do evento, com os trabalhos técnicos e as palestras técnicas, além das comissões completas que participaram do seminário.

Acesse: http://proevento.com.br/sefe9/

Você também pode acessar os anais por meio dos QR Codes disponíveis no livro de resumos e no verso do crachá utilizado no SEFE9.

 

Confira como foi o SEFE 9 na reportagem da ABEG aqui.

 

 

Set 19 2019

Ilan Gotlieb fala sobre obras em solos argilosos ao Portal AECWeb

Os desafios presentes na execução de obras com solos argilosos variam de acordo com seu estado, sua composição e suas características físico-químicas. Comum no Sul e Sudeste brasileiro, esse tipo de solo é característico pela consistência variável em função da quantidade de água presente entre os grãos de areia. Em entrevista ao portal AECWeb, o presidente da ABEG, Ilan Gotlieb, explica os principais cuidados em relação a obras em terrenos argilosos, os tipos de fundações adequadas e a análise que deve ser feita neste tipo de solo. Para ter acesso a matéria completa no portal AEC, clique aqui.

Set 18 2019

Caixa aprova R$600 milhões em créditos imobiliários corrigidos pelo IPCA

A Caixa Econômica aprovou R$600 milhões em créditos imobiliários, corrigidos pelo IPCA, que agora estão aguardando liberação. Segundo Pedro Guimarães, presidente da Caixa, já foram assinados mais de R$200 milhões de contratos. Ele falou sobre o assunto em um evento da construção civil, em São Paulo, em que foram discutidas também mudanças no programa Minha Casa, Minha Vida. Confira na reportagem da Folha de S. Paulo.

 .

Imagem: M2K7/iStock.com

 

 

 

Set 16 2019

Confira como foi o segundo bloco do debate ‘A construção na condução da retomada do emprego’

Os principais temas estratégicos para o setor da construção foram debatidos no segundo bloco da reunião ‘A construção na condução da retomada do emprego’. Participaram representantes da construção civil e do mercado imobiliário mais 40 deputados e dois senadores. Alguns dos tópicos abordados foram: Recursos do FGTS, Reforma Tributária, Licenciamento ambiental, Minha Casa, Minha Vida, PPPs e Concessões, Marco Legal do Saneamento, Lei de Licitações, entre outros. Confira na reportagem da CBIC.

 

Imagem: lamontak590623/iStock.com

Set 12 2019

Reunião da CBIC discute novos empregos para o setor da construção

Encontro nomeado ‘A construção na condução da retomada do emprego’ reuniu 40 parlamentares para um debate sobre a indústria da construção como geradora de empregos. Foram discutidos caminhos para a criação de 936 mil novos postos de trabalho no setor, como a retomada de obras paralisadas, em concessões municipais e saneamento. Confira os detalhes da reunião na matéria da CBIC.

 

Imagem: edhar/iStock.com

Set 12 2019

Sondagem da Construção da FGV aponta recuperação lenta do setor

Em entrevista ao Estado de S. Paulo, a coordenadora de Projetos da Construção da FGV/Ibre, Ana Maria Castelo, analisa a recuperação do setor da construção a partir da Sondagem da Construção divulgada pela FGV. Para Castelo, apesar do crescimento de 2% no segundo trimestre de 2019, comparado ao mesmo do ano passado, o ritmo da recuperação ainda é muito lento para alavancar a economia. Dentro do Índice de Confiança da Construção (ICST), o Índice de Expectativas (IE) atingiu 97,9 pontos, o maior desde 2014. De acordo com a reportagem, embora com crescimento tímido, os dados mostram que o setor da construção civil está saindo da crise. Confira a matéria do Estado de S. Paulo completa aqui.

 

Imagem: WangAnQi/iStock.com

Set 05 2019

Com mais financiamentos, setor imobiliário esboça recuperação

Em julho de 2019 foram financiados 24,9 mil imóveis, representando uma alta de 24% em relação a julho do ano passado. Esse número aponta uma tendência de recuperação do setor imobiliário e é atribuído a uma série de fatores, como os juros mais baixos, que deixam os financiamentos mais baratos. Segundo o Secovi-SP, os imóveis mais vendidos foram as residências de dois quartos. Confira a reportagem completa da Folha de S. Paulo. 

 

Imagem: ADragan/iStock.com

Set 05 2019

Mário Franco: luto na engenharia brasileira

Aos 90 anos de idade, o engenheiro Mário Franco faleceu em São Paulo. Ele foi um dos maiores engenheiros estruturais do Brasil, responsável pelo cálculo de importantes obras, especialmente na cidade de São Paulo, como o Othon Palace Hotel, o Hotel Unique, o Centro Empresarial Nações Unidas, o Palácio das Convenções do Anhembi, o Pátio Victor Malzoni e tantas outras. “É um dia triste para a engenharia brasileira”, afirma Ilan D. Gotlieb, presidente da ABEG. “Perdemos uma referência na área de estruturas que dificilmente vai ser substituída”, completa Milton Golombek, vice-presidente da entidade.

Com um vasto conhecimento técnico, Franco era admirado e respeitado por todos. “Ele era muito doce, compartilhava seu conhecimento e suas experiências de forma muito gentil, atendendo a todos com muita atenção e carinho”, lembra Gotlieb. “Foi um grande mestre para todos nós”.

Sua personalidade generosa se refletia na atuação profissional. “Para ele nada tinha dificuldade”, conta Golombek. “Sempre dava um jeito de atender a todos os pedidos de forma muito simples”. 

O vice-presidente da ABEG lembra ainda que, apesar de todo o conhecimento e reconhecimento, Mário Franco era uma pessoa muito simples, que não conhecia a arrogância.

O engenheiro Mário Franco

Nascido em Livorno, na Itália, em 14 de março de 1929, veio ao Brasil em 1939. Aqui estudou e formou-se engenheiro em 1951 pela Escola Politécnica da USP. Em 65 anos de carreira, Mário Franco assinou mais de 2.000 projetos.

Em 1952, fundou Escritório Técnico Julio Kassoy e Mario Franco Engenheiros Civis. Franco foi ainda professor do Departamento de Engenharia de Estruturas e Fundações da Poli-USP e também da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da mesma universidade. Além disso, foi professor visitante do Instituto Superior Técnico da Universidade Técnica de Lisboa (Portugal) e em Macau (China).

Todo esse conhecimento e experiência renderam prêmios como “Personalidade de Engenharia Estrutural 2011”, “Prêmio Talento Engenharia Estrutural” em 2003, 2005 e 2008, “Prêmio Emilio Baumgart” em 1985, “Eminente Engenheiro do Ano 2001”, “Prêmio Melhor Trabalho Técnico do Ano” em 1999, 2002 e 2003 e tantos outros. 

A ABEG presta suas mais sinceras condolências aos familiares e amigos de Mário Franco e agradece pelo legado que deixa à engenharia brasileira. Suas lições jamais serão esquecidas.

 

Imagem: oatawa/iStock.com

Set 04 2019