Notícias

FC Projetos mostra otimismo em relação ao mercado da construção neste ano

Abr 06 2023

Empresa associada à ABEG, a FC Projetos manteve a sua trajetória de crescimento no ano passado. Em 2023, o ritmo da empresa se manteve constante até aqui, sem qualquer desaceleração significativa. A perspectiva da instituição para o resto do ano é positiva. “Acreditamos que o cenário mais provável é que o mercado continue como está hoje e como foi no ano anterior”, diz Alexandre Carbone, diretor da FC Projetos.

Luciano Finelli, também sócio da empresa, lembra que não é possível prever com precisão qual deverá ser a reação do mercado da construção no restante do ano em virtude do atual cenário político pós-eleições. “Mas não sentimos nenhuma mudança brusca nos primeiros meses desse ano. Continuamos trabalhando no mesmo ritmo”.

O número de propostas já enviadas à FC Projetos esse ano chega a 60. A empresa conta, agora, com 20 obras já contratadas ou em andamento. “Em comparação com os anos anteriores, o cenário é semelhante”, afirma Carbone.

Clientes

“Aproximadamente 80% dos nossos clientes estão fora do estado de São Paulo”, diz Alexandre Carbone. O engenheiro afirma que a maior demanda vem das regiões Centro-Oeste, Nordeste e de Minas Gerais.

Desde a abertura da empresa, a maioria dos clientes localiza-se fora do estado de São Paulo. “Há um ano e meio, começamos a ter mais demanda de trabalho na capital. Mas na região Nordeste – Ceará, Bahia e Pernambuco – essa demanda é alta desde 2019”, declara Finelli.

Desafios e investimentos

O desafio da FC Projetos e de outras empresas do setor é lidar bem com a sazonalidade. “Nos momentos em que o mercado encontra-se menos movimentado, nosso desafio é estruturar a empresa para que ela tenha fôlego financeiro e técnico para passar por essas oscilações”, expõe Alexandre Carbone.

O sócio diz que a FC Projetos sedimentou o trabalho em home office. Atualmente, 50% da equipe técnica da empresa, que conta com 12 engenheiros e projetistas, trabalha de forma remota. Já a outra metade, atua de forma presencial, no escritório.

Além disso, a instituição investe em uma infraestrutura de informática e TI para que as atividades remotas funcionem de forma efetiva. E também se preocupa com a capacitação da equipe, estimulando a participação em cursos e o aperfeiçoamento profissional.

“Hoje já faz parte da nossa rotina o trabalho com projetos em 3D. Já temos uma equipe que atende esse tipo de demanda. Isso já criou uma infraestrutura interna que nos habilita a manter a tranquilidade, sem grandes oscilações”, diz Alexandre Carbone.

Assista à entrevista completa com os sócios da FC Projetos:

Ler 108 vezes
Avalie este item
(0 votos)

About The Author